domingo, 23 de novembro de 2008

8º e 9º anos - Análise da música "O LOBO" - PITTY

O LOBO - PITTY


Houve um tempo em que os homens
Em suas tribos eram iguais
Veio a fome e então a guerra
Pra alimentá-los como animais
Não houve tempo em que o homem
Por sobre a Terra viveu em paz
Desde sempre tudo é motivo
Pra jorrar sangue cada vez mais.


O homem é o lobo do homem!
O homem é o lobo do homem!


Sempre em busca do próprio gozo
E todo zelo ficou pra trás
Nunca cede e nem esquece
O que aprendeu com seus ancestrais
Não perdoa e nem releva
Nunca vê que já é demais.


O homem é o lobo do homem!
O homem é o lobo do homem!


Faça uma analise contextualizando esta música com a disciplina de Geografia.


Conforme combinado, faça a análise até quinta-feira (27/11/2008) às 17h.


Obrigado.


Professor Adeilton

Segue abaixo o vídeo da música


5 comentários:

Luís Felipe disse...

Luís Felipe G. Molina - 7ª Série:

Nos primordios dos tempos os homems que eram nômades e havia muito pouco conflito sangrento entre eles. Mas junto com a tecnologia e o desenvolvimento vieram as guerras.Vieram a 1ª e 2ª Guerras Mundiais. Por causa de interesse político e principalmente econômico os homens passam por cima de si mesmos. São capazes de aniquilar sua própria raça por causa de dinheiro e mais, destruir seu próprio habitat pelo "progresso". O homem que se julga "racional", as vezes é o mais irracional de todos os animais. Realmente o homem é o lobo do homem.

carolina jacob disse...

A música “O Lobo”, retrata a vida dos homens desde sua existência.
Antigamente os homens viviam em grupos aonde o alimento era suficiente para alimentar a todos. Porém desde o principio, o homem degradava o ambiente e não tinha consciência de que era necessário repor os alimentos e cuidar do solo, apenas retirava não substituía. Com isso era necessário que as tribos procurassem outros territórios para viver devido à falta de comida e assim começaram as primeiras brigas por território e comida, já que o alimento sempre foi necessário para a sobrevivência.
Cada ano em que passa o meio ambiente está mais degradado, as pessoas não pensam nos próximos descendentes e nem no mal que isso pode causar. Já estamos sofrendo com o efeito estufa, que tem como conseqüência o aumento da temperatura que não favorece ao solo diminuindo a produção de alimentos. Sem esquecer da falta de chuva e dos gases poluentes que nós homens emitimos com nossos carros. O homem sempre procurou bem estar e poder sem preocupar com o dia de amanhã, as matas foram destruídas, prejudicando não só nós homens como os outros seres que nela habita.Conseguimos desenvolvimento e com ele mais poluição, menos água potável e mais enfermidades.
Isso é retratado na música quando o autor diz que “Sempre em busca do próprio gozo, E todo zelo ficou pra trás, Nunca cede e nem esquece, O que aprendeu com seus ancestrais, Não perdoa e nem releva, Nunca vê que já é demais”.
O lobo homem é o próprio responsável pelo desastre natural do meio ambiente. Se nós seres humanos não nos tornamos responsáveis pelo planeta que vivemos, vamos ser os primeiros a pagar pelos nossos erros.

Leticia disse...

A música repesenta bastante os dias atuais,porque hoje em dia o homem destrói seu próprio meio ambiente,consequentemente pondo em risco sua vida.

moacyr disse...

O homem destrói seu próprio meio ambiente, colocando em risco sua propia vida.

moacyr disse...

o homem destroi seu propio meio, colocando em risco sua propia vida